Constelação Sistêmica, Terapia Integrativa

Quando o sistema familiar adoece…

Talvez caro leitor, você seja uma das pessoas que assim como eu, um dia parou para se perguntar, ” porque eu sou assim?”, “porque eu tento mudar e não consigo?”, “eu queria fazer diferente, mas é mais forte que eu.”

O sistema familiar é como o corpo humano, cada órgão tem uma função específica, e todos precisam estar conectados, saudáveis e em pleno funcionamento para que todo o sistema familiar funcione adequadamente, quando um órgão por mais simples que seja adoece, todo o sistema sente, é como uma onda que reverbera até muito distante, atuando em órgãos que nem sequer tem ligação direta com o tal órgão adoecido.

Somos assim também em aspectos familiares, memória celular, isto mesmo trazemos a história dos nossos ancestrais em nossa genética, ou você nunca ouviu falar em pré disposição genética, isto mesmo se podemos ter uma doença que um antepassado teve, se podemos ter características físicas como a cor do olho, os traços, os gostos, obviamente assim também o emocional, cultural, os traumas, medos, angústias vividas por eles também virá como uma herança, indesejada, mas virá, até que esta lacuna seja resolvida, ressignificada. Também trazemos recursos poderosos, positivos.

Quantas e quantas gerações antes de nós, pessoas que não se conheceram, não tiveram como tratar suas dores emocionais, não se realizaram profissionalmente, muito provável que se fizéssemos um levantamento, encontraríamos a dor da viúva, o sofrimento do órfão, a luta da mulher abandonada, a dor do homem traído, dos filhos deixados para trás, do trabalhador que morreu na escravidão, do matemático, da enfermeira, nossa quanta gente, quanta história, quantas vitórias, mas quanta dor, e muitas vezes você se olha sem entender de onde vem as dores que sente, a falta de autoestima, insegurança, medo de ser traído, a carência sem explicação, a vontade de morrer……

E então começamos a perceber histórias se repetindo, geração a geração, falamos “Ahhh eu não serei como meu pai, como minha avó”, e um belo dia lá está você igualzinho, repetindo os mesmos comportamentos de pessoas com as quais nem conviveu direito muitas vezes.

O caminho para estas descobertas muitas vezes é longo, doloroso, levamos uma vida sem nos conhecer, sem compreender nossas próprias atitudes, e um belo dia cansamos de carregar o fardo que mal entendemos qual é.

Terapias Complementares tem sido grandes aliadas na cura dos emaranhados sistêmicos, Constelação Sistêmica, PNL, Hipnose, regressão, são somente algumas das técnicas que tenho aplicado nos atendimentos e com resultados surpreendentes, uma técnica das que mais gosto é o Reimprint da Programação Neurolinguística, uma regressão consciente que leva o paciente a há um momento importante onde o trauma, sensação, etc.. fora imprintado (gosto de chamar de carimbo, isto mesmo foi o primeiro “carimbo”) referente a tal sensação.

Que tal se hoje você parasse um pouco para conhecer mais sobre a história da sua família? Quem foram os avós e como foi a vida deles, os bisavós, os seus pais, enfim, tanta riqueza tem escondida em nossas raízes familiares……. inclusive muitas respostas.

Quer conhecer mais sobre terapias sistêmicas? Clique aqui e me envie uma mensagem vamos agendar um horário para você! Siga Transformando a sua e outras vidas………

Abraço com aroma de Vetiver….. Mari Santana

Coaching e Desenvolvimento, Meu trabalho, Terapia Integrativa

Coaching e Terapia – Como eles podem te ajudar a se desenvolver.

Atualmente estamos vivendo tempos de muito desenvolvimento, o mercado de autoconhecimento está aquecido, e todos os dias vemos novidades no que se refere a se desenvolver, reconhecer suas habilidades e especialmente potencializar as suas melhores características.

Trabalho com Coaching e Desenvolvimento, aliás mesmo em 20 anos em que me dediquei à área da beleza, hoje posso realmente dizer que já me dedicava ao desenvolvimento humano e nem sabia, todos os dias mulheres dos mais diversos níveis, estilos, sonhos e perfis apareciam no meu espaço de beleza, para cuidar das sobrancelhas, dos cabelos, fazer uma bela maquiagem, mas hoje consigo perfeitamente ver quantas vezes mesmo sem ainda o profundo conhecimento que tenho desenvolvido ao longo dos últimos 5 anos, eu já ajudava, orientava e muitas vezes planejava estratégias mais assertivas com elas.

Lembro de algumas ocasiões em que eu ficava muito frustrada, pois não conseguia orientar de uma forma adequada ou ainda aprofundar o assunto com uma ou outra que chegava cabisbaixa e não conseguia se expressar.

Minha grande realização foi ao longo do tempo identificar que era aí que estava meu propósito, não estava em embelezar somente por fora, mas eu queria, desejava ardentemente ir além, ajudar a adornar a alma, iluminar o coração e especialmente clarear a mente daquelas pessoas que vinham até mim.

Foi como uma luz que começou a iluminar minha mente e coração, me senti animada, segura e pronta para iniciar minha nova jornada, rumo a uma profissão nova, com seus desafios, seus aprendizados e claro com tudo de maravilhoso que estava por vir. Decidi ser Coach.

“E muito rapidamente descobri que não era o suficiente, para a profundidade que eu queria alcançar nas vidas em que tocasse.”

Foi então que entendi que precisava entender de emoções, de programação e reprogramação mental, técnicas de visualização criativa, hipnose, terapia holística, aromaterapia, e várias outras técnicas e processos, para então começar a pensar em transformar vidas.

Comecei meus estudos de forma tímida, na época eu ainda era aquela menina insegura, medrosa, pouco confiante e cheia de ansiedades, junto com os estudos mergulhei de forma profunda e inteira em um processo terapêutico transformador.

Então vieram os estudos, faculdade de RH, diversos cursos de Coaching (Life, Executive, Professional e Coaching em Grupo, Sistêmico, Coaching Especialista em Crenças….), atualmente estou finalizando uma pós graduação em Gestão de Pessoas com ênfase em processos de coaching e mentoring.

E talvez você que esteja lendo se pergunte o porque é relevante eu te contar minha jornada e meu currículo. Quando lá atrás eu decidi que mudaria o rumo da minha história, eu decidi que faria isto de uma maneira estruturada, com conhecimento e amor, porque somente o desejo de fazer o melhor sem que esteja pautado em estudos profundos e preparação é somente boa vontade não transforma. E se tem algo que eu estava cansada de ter é boa vontade sem conseguir resultados reais em transformação na vida daqueles que me procuravam.

Ao longo desta jornada de autoconhecimento, estudos e desenvolvimento, fui juntando diversos conhecimentos que hoje utilizo em um método assertivo, que tem trazido resultado na vida de centenas de pessoas, somente no ano passado foram mais de 500 atendimentos, neste ano apenas no primeiro trimestre já ultrapassei a marca de 230 atendimentos presenciais e online, realizados, no Japão, Estados Unidos, França, Inglaterra, diversos estados e cidades no Brasil e exterior.

Quais são então os benefícios de associar os processos de coaching com os processos terapêuticos então? Por que realizar um processo tão assertivo, profundo e curativo?

Compreendi ao longo do tempo que muitos dos meus clientes tinham problemas emocionais profundos que os impediam de progredir na carreira, nos negócios e em diversas áreas da vida.

Cuidando do emocional, curando as feridas, dores profundas, traumas da infância, traumas de relacionamento, melhorando a autoestima e segurança em si mesmo, temos um resultado exponencialmente maior quando iniciamos um processo de desenvolvimento na carreira, aliás é muito muito e muito comum acontecer, de a carreira, os negócios e os relacionamentos deslancharem após um processo terapêutico.

Por outro lado com técnicas de coaching iremos traçar um planejamento, vou te ajudar a alcançar os objetivos e te auxiliar neste processo de desenvolvimento que é seu.

Gosto demais da frase “Muda, pois, quando a gente muda o mundo muda ao nosso redor”. E isto tenho tido o privilégio de acompanhar de perto na vida das pessoas que passam pelo meu consultório.

Hoje posso afirmar que com o conhecimento, amor e dedicação e um grande desejo no coração podemos alcançar o que parecia inalcançável.

Te convido a vir para uma conversa, me chame no whatshapp e irei te ajudar em suas dúvidas, invista em você.

Mari Santana – Coach & Terapeuta Sistêmico

Meu trabalho, Terapia Integrativa

Coaching ou Terapia? Quais as diferenças?

Hoje vamos falar Terapia, que assim como o coaching trata de questões a serem desenvolvidas na nossa vida, porém, de forma muito profunda, ressignificando traumas, acontecimentos e sensações.

O que então quer dizer a palavra terapia?

Segundo o Dicionário Aurélio Terapia. substantivo feminino tratamento que busca amenizar ou acabar com os efeitos de uma doença (física, psíquica, motora etc.); terapêutica. Técnica que trata doenças ou problemas psíquicos; psicoterapia. expressão. Sua origem: palavra “terapia” vem do grego THERAPEIA, que significa “o ato de curar” ou “ato de reestabelecer.

Muito se falava antigamente e há até quem ainda pense assim que ” terapia é para gente doida”, “ah não sou maluco, pra quê terapia?”, entre outros pensamentos limitantes que fazem parte da nossa sociedade e que estamos acostumados a escutar desde criança. Porém vivemos em tempos cada vez mais difíceis em vários aspectos, a cobrança do dia a dia, questões que vão desde o financeiro ao emocional, pressão para que você seja assim assim assado, um mundo inteiro de julgamento ao nosso redor.


E como lidar com essas pressões? Com os padrões emocionais, comportamentais e as heranças “malditas” de crenças limitantes, desvalorização, baixa estima e insegurança que foram depositando em nós desde que nascemos, pelo ambiente, pela família, pelos amigos……

Aprendemos a viver e conviver com limitações, medos, angustias, inseguranças, e ouvimos ao longo da vida inúmeras vezes que precisávamos ser fortes, que não era bem assim, que logo passa, e vamos engolindo, engolindo, e assim vai se criando um brejo dentro de nós, embotamento mental (temos medo de falar o que sentimos), máscaras, pois começamos a fazer as coisas para agradar e não para nos agradar, nosso padrão de exigência vai baixando, e quando nos apercebemos estamos aceitando com facilidade as migalhas da mesa alheia como se fosse banquete.

É comum que determinados padrões que vimos na infância e adolescência, aqueles que falávamos jamais repetir na vida, comecem a ser repetidos por nós sem nos darmos conta disso, um dia percebemos que estamos gritando como nossa mãe gritava, bebendo como o pai bebia, tendo um companheiro agressor, daquela maneira que juramos que nunca seria repetido em nossa vida. Diante disso muitas pessoas dizem não acreditar na mudança, que nasceu para sofrer, que a vida é difícil e é melhor ir se acostumando!!!! NÃÃÃÃÃÃOOO….

E a vida, a grande vida fica pesada, difícil mesmo de ser vivida, sofrida, triste, sem sabor….

Depressão, ansiedade, falta de ânimo e para ajudar tudo ao redor parece se tornar uma grande bola de neve, problemas só aumentam, decepções amorosas e frustração, como mudar tudo isso? Chega a parecer impossível. Mas a boa notícia é de que sim, é possível mudar padrões de comportamento, sensações indesejadas e assim o rumo da sua vida.

A terapia Integrativa tem como principal função trabalhar o estado do “ser”, permitindo a melhoria do equilíbrio entre corpo, mente e espírito, independentemente de crenças…..

Com técnicas como hipnoterapia, Programação Neurolinguística, Psicoaromaterapia, é possível trabalhar mudanças de Mindset (forma de pensamento), e com a reprogramação mental temos transformações na vida em todos os âmbitos.

A terapia integrativa é complementar aos demais tratamentos que você esteja fazendo, então caso esteja com acompanhamento médico nada impede de associar aos processos acima citados, pois irão potencializar os resultados.

Hipnose: Segundo a atual definição pela Associação Americana de Psicologia, é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade de resposta à sugestão. Na hipnose clínica usamos este estado pleno de atenção para trazer recursos poderosos para o dia a dia do paciente, a grande parte destes recursos já estão no subconsciente e o que fazemos neste processo é promover uma comunicação do consciente com o subconsciente. Muitas pessoas tem receio da hipnose pois associam a lavagem cerebral, perca de consciência….. mas isto é mito.

PNL – Programação Neurolinguística: Desenvolvida por volta da década de 70, esta maravilhosa técnica trabalha na programação de nossos comportamentos. A Programação Neurolinguística estuda estruturas especificas que geram um comportamento, oferecendo técnicas e ferramentas de intervenção nesta estrutura para que o comportamento seja remodelado. Nossa vida e comportamentos são construídos também com base em experiências que tivemos, algumas conscientes, outras de forma inconsciente. Em resumo a PNL oferece técnicas para aprender e desaprender comportamentos.

Psicoaromaterapia: Por ser bastante próximo do sistema límbico (centro de nossas emoções e memórias) o sistema olfativo mais especificamente o nosso nariz (fofoqueiro), é um grande aliado desta técnica, pois com um sistema de 13 aromas da Aromaterapia (laranja, limão, pinheiro silvestre, eucalipto, capim limão, hortelã pimenta, nardo, alecrim, Lavanda fina da frança, tomilho, sálvia dalmaciana, sândalo misory, vetiver). Cada um dos aromas demonstra como nos encontramos neste momento presente em nosso emocional, e quando aceitamos ou gostamos de um deles significa que é o que precisamos equilibrar neste momento. Escolhidos os aromas, faço uma mistura com eles em proporção estudada previamente, e então preparo um perfume terapêutico ou inalador como queira chamar, que será inalado até que acabe e os resultados são incríveis, muito rápido se pode observar a mudança no equilíbrio, concentração e especialmente no sono mais tranquilo.

Em meu consultório utilizo todas estas técnicas em um protocolo criado por mim onde a cada sessão aprofundamos mais no processo de ressignificação de fatos e cura profunda de traumas, é libertador, então um novo padrão mental se instala e é maravilhoso ver o mundo, a vida, os outros e especialmente nós mesmos por esta nova ótica. A vida fica leve, você passa a se acolher, se respeitar e acreditar que merece novas escolhas, agora baseadas no seu padrão, na sua vida, na sua nova percepção de mundo.

Reprogramação mental é a chave que destranca a sua vida

Te convido a conhecer os processos terapêuticos, mudar seus padrões e ter nova vida, gosto de dizer que o terapeuta é como uma lanterna dentro de um túnel escuro, ele não pode te levar a atravessar a escuridão, mas pode iluminar o caminho, e você escolhe se quer ou não seguir o caminho mostrado, tudo começa em nós, mas se quisermos tudo termina em nós também.

Para falar diretamente comigo clique aqui.

Mari Santana – Terapia Integrativa & Coach