Coaching e Desenvolvimento, liderança

Lidere a sua vida.

“Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes.”               Albert Einstein

O que a luz do painel de um carro quer dizer quanto acende? Sintomas em nosso corpo e mente são sinais, assim como as luzes no painel de um carro, o que meus sinais querem dizer? Qual a mensagem?

A correria do dia a dia e o grande desejo de conquistar instigado pela mídia e a sociedade, nos fazem a cada momento mais e mais perdermos a noção e a sintonia do que nosso corpo e mente estão sinalizando para nós, vamos nos perdendo de nós mesmos em busca de objetivos externos.

As emoções estão diretamente ligadas aos acontecimentos diários, aliás costumo dizer que o ser humano já nasce emocionado, pois nossa primeira expressão é o choro.

Alegria, tristeza, raiva, medo, nojo…… todas estas emoções tem um papel importante em nossas vidas pois:

  • Nos alertam para o perigo;
  • Nos permitem criar laços com outras pessoas;
  • Fornecem informações sobre nosso estado interno; mas especialmente
  • Influenciam nas tomadas de decisão, e
  • Alteram o nosso comportamento;

E aí é que encontramos o grande problema de não estar com as emoções equilibradas, você perde a liderança sobre si mesmo e sobre seus comportamentos e passa a ser liderado por eles.

Não é incomum problemas no âmbito profissional e pessoal devido aos destemperos do dia a dia. Com isto também não quero dizer que conseguiremos controlar nossas emoções o tempo todo, porém este equilíbrio se dá de forma mais autêntica quando nos conhecemos melhor.

Conhecer seus limites internos e manter o equilíbrio são fundamentais para o sucesso em todas as áreas.

No tocante a vida profissional pessoas que não sabem lidar bem com as suas emoções tendem a ser líderes ou liderados despreparados, gerando dentro da organização conflitos, fofocas, baixa na produtividade da equipe, além de uma grande taxa de absenteísmo.

Um líder que não lidera nem as suas emoções como poderá comandar equipes inteiras? Por outro lado a apatia também não é favorável para ninguém, o ideal é o caminho do meio, o equilíbrio.

Na vida pessoal não é diferente, se no mundo corporativo o destempero emocional causa estragos, imagine então viver uma vida inteira ao lado de alguém que não sabe se controlar, que explode por qualquer motivo, que chora a toa, que tem ataque de nervos por qualquer coisa que não saia conforme o esperado, que tenha ciúmes até da primeira(o) namorada(o) de 500 anos atrás. NÃO DÁ PARA SER FELIZ…….

Quando falo de liderar a si mesmo, me remete muito a uma frase que gosto bastante, tudo começa em nós e se quisermos tudo termina em nós também, hoje são muitos os recursos para quem deseja encontrar o equilíbrio.

Conhecer a si mesmo é um passo fundamental para que isto aconteça, entender que traumas vivenciados no passado, dores há muito guardadas e quem sabe até, que nunca foram compartilhadas com ninguém, tudo isso pode colaborar e muito para uma personalidade difícil, ácida que causa problemas para a própria pessoa bem como para os demais que estão ao seu redor.

Quando começamos a compreender quem somos também temos mais empatia com o próximo, permitindo que o outro seja ele mesmo, com suas qualidades e limitações, um Líder que sabe dosar bem a empatia e o equilíbrio emocional com certeza terá uma equipe que se desenvolverá de forma extraordinária, trazendo grandes benefícios não somente para cada membro mas para a cultura organizacional num todo.

No que se refere a vida pessoal os benefícios são tão maravilhosos quanto, pois quando lideramos a nós mesmos, perdemos a necessidade tão grande de controle sobre as demais pessoas, bem como a necessidade de estar sempre com a razão, passamos a ouvir com mais atenção, olhar mais nos olhos, e nos colocamos no lugar do outro. Sendo assim os relacionamentos se tornam muito mais harmoniosos e prazerosos.

Quem lidera sua própria vida permite ao outro que tenha também liderança sobre si, saindo da relação de dependência, carência, para entrar na esfera do compartilhamento, do caminhar lado a lado, do respeito, pois se não respeito o outro, muito provavelmente nem sequer conheço a mim mesmo(a).

Algumas dicas para que você tenha êxito nesta jornada de liderar a sua vida e suas emoções:

  • Separe por dia pelo menos 5 minutos pela manhã e 5 minutos à noites para que possa meditar, um aplicativo que indico é o “5′ Minutos, Eu Medito“, com ele você conseguirá facilmente cronometrar este tempo precioso para você.
  • Se for o caso busque por processos terapêuticos – Acredite, se mais de uma pessoa esta sinalizando que tem problemas na relação com você, não é possível que todos estejam errados e você certo(a), precisamos ficar atentos aos sinais, e as pessoas que convivem conosco são um excelente termômetro para compreendermos o quanto precisamos ajudar a nós mesmos a sair dos engates emocionais.
  • Cuide da sua alimentação e movimente seu corpo – Parece clichê mas esta dica é real e preciosa, alimentação adequada aliada a exercícios físicos promovem com certeza uma grande sensação de bem estar, o que irá se refletir positivamente no seu dia a dia de forma ampla.

Todos nós podemos experimentar a mudança, evoluir, crescer, basta que tenhamos um olhar amoroso e atento sobre nós mesmos, permitindo que possamos tomar para nós as responsabilidades sobre nossos atos e consequências, enquanto a culpa for vista somente como fator externo (os outros, as circunstâncias) você não terá êxito nesta jornada de se tornar líder da sua própria vida.

Siga transformando a sua e outras vidas.

Mari Santana – Terapeuta Sistêmico & Coach