Motivação

Felicidade é uma coisa…

 

Na teoria a felicidade autêntica é uma tentativa de explicar uma coisa real, algo que pode ser operacionalizada. Definida pela satisfação que apresenta-se com a vida considerando o que estudos comprovam, as pessoas apresentam uma escala de 1 a 10. “As pessoas que têm o máximo de emoção positiva, o máximo de engajamento e o máximo de sentido são as mais felizes e têm o máximo de satisfação com a vida.” Bem-estar por sua vez tem diversos elementos mensuráveis, cada um deles uma coisa real e cada um deles contribuindo para formar o bem-estar, mas nenhum deles definindo o mesmo (SELIGMAN, 2011, p.25)”.

Estudos realizados pelos autores PASSARELI e SILVA indicam que, comparadas às pessoas solteiras, pessoas casadas têm melhor saúde física e psicológica, além de viverem mais. Confirmando esses estudos, prosseguem os autores, evidências experimentais indicam que as pessoas tendem a apresentar sofrimento quando não fazem parte de nenhum tipo de grupo ou quando têm relações pobres dentro dos grupos a que pertencem, os levantamentos foram feitos por Diener e Seligman (2004). Verificou-se, desta forma, que participar de grupos, como grupos de amigos, de trabalho, de apoio, é um fator favorável para o bem-estar subjetivo.

Constata-se que felicidade e bem estar não se trata apenas de ausência de depressão, mas também a presença de um número de emoções e estados cognitivos positivos. Mas a avaliação subjetiva (opinião pessoal de cada individuo à respeito de algo ou alguém) que os indivíduos fazem de suas vidas incluindo conceitos como a satisfação com a vida, a felicidade, as emoções agradáveis, os sentimentos de realização pessoal e de satisfação com o trabalho e a qualidade de vida, em detrimento de sentimentos negativos e desagradáveis.

A busca pelo bem estar psicológico é um elemento preventivo da saúde num todo. A Organização Mundial de Saúde (1978) ressalta que “saúde – estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não simplesmente a ausência de doença ou enfermidade – é um direito humano fundamental, cuja realização requer a ação de muitos outros setores sociais e econômicos, além do setor da saúde.”

Baseado em tantos estudos que englobam hoje a Psicologia Positiva, pergunto para você, como tem cuidado de sua saúde mental e física?

Que tal projetar este bem estar? A tal busca pela Felicidade…?

Acredite, a socialização, passear em um parque, colocar seus pés na grama, sentir o sol em seu rosto, sair da frente do celular ou computador por um tempo, olhar mais nos olhos dos seus, ESTAR PRESENTE no momento presente, são pequenas atitudes que o levarão ao bem estar contínuo.

Deixo uma reflexão aqui: O que é felicidade para você? E bem estar? Como você tem buscado alcançar estes níveis de satisfação pessoal?

Aguardo seus comentários, colabore dando dicas, vamos nos ajudar nesta busca incessante pela felicidade!

Abraço, Mari….