Constelação Sistêmica, Terapia Integrativa

Quando o sistema familiar adoece…

Talvez caro leitor, você seja uma das pessoas que assim como eu, um dia parou para se perguntar, ” porque eu sou assim?”, “porque eu tento mudar e não consigo?”, “eu queria fazer diferente, mas é mais forte que eu.”

O sistema familiar é como o corpo humano, cada órgão tem uma função específica, e todos precisam estar conectados, saudáveis e em pleno funcionamento para que todo o sistema familiar funcione adequadamente, quando um órgão por mais simples que seja adoece, todo o sistema sente, é como uma onda que reverbera até muito distante, atuando em órgãos que nem sequer tem ligação direta com o tal órgão adoecido.

Somos assim também em aspectos familiares, memória celular, isto mesmo trazemos a história dos nossos ancestrais em nossa genética, ou você nunca ouviu falar em pré disposição genética, isto mesmo se podemos ter uma doença que um antepassado teve, se podemos ter características físicas como a cor do olho, os traços, os gostos, obviamente assim também o emocional, cultural, os traumas, medos, angústias vividas por eles também virá como uma herança, indesejada, mas virá, até que esta lacuna seja resolvida, ressignificada. Também trazemos recursos poderosos, positivos.

Quantas e quantas gerações antes de nós, pessoas que não se conheceram, não tiveram como tratar suas dores emocionais, não se realizaram profissionalmente, muito provável que se fizéssemos um levantamento, encontraríamos a dor da viúva, o sofrimento do órfão, a luta da mulher abandonada, a dor do homem traído, dos filhos deixados para trás, do trabalhador que morreu na escravidão, do matemático, da enfermeira, nossa quanta gente, quanta história, quantas vitórias, mas quanta dor, e muitas vezes você se olha sem entender de onde vem as dores que sente, a falta de autoestima, insegurança, medo de ser traído, a carência sem explicação, a vontade de morrer……

E então começamos a perceber histórias se repetindo, geração a geração, falamos “Ahhh eu não serei como meu pai, como minha avó”, e um belo dia lá está você igualzinho, repetindo os mesmos comportamentos de pessoas com as quais nem conviveu direito muitas vezes.

O caminho para estas descobertas muitas vezes é longo, doloroso, levamos uma vida sem nos conhecer, sem compreender nossas próprias atitudes, e um belo dia cansamos de carregar o fardo que mal entendemos qual é.

Terapias Complementares tem sido grandes aliadas na cura dos emaranhados sistêmicos, Constelação Sistêmica, PNL, Hipnose, regressão, são somente algumas das técnicas que tenho aplicado nos atendimentos e com resultados surpreendentes, uma técnica das que mais gosto é o Reimprint da Programação Neurolinguística, uma regressão consciente que leva o paciente a há um momento importante onde o trauma, sensação, etc.. fora imprintado (gosto de chamar de carimbo, isto mesmo foi o primeiro “carimbo”) referente a tal sensação.

Que tal se hoje você parasse um pouco para conhecer mais sobre a história da sua família? Quem foram os avós e como foi a vida deles, os bisavós, os seus pais, enfim, tanta riqueza tem escondida em nossas raízes familiares……. inclusive muitas respostas.

Quer conhecer mais sobre terapias sistêmicas? Clique aqui e me envie uma mensagem vamos agendar um horário para você! Siga Transformando a sua e outras vidas………

Abraço com aroma de Vetiver….. Mari Santana