A gloriosa SOLITUDE

Originária do latim, solitude pode ser descrita como “a glória em estar sozinho”. Isso implica em querer estar, em aproveitar esses momentos únicos consigo mesma(O).

Estamos vivendo um dos momentos mais complicados que nossa geração sequer imaginou passar, tem sido dias difíceis em que o isolamento social, quarentena, medo de se infectar com o tal vírus tem tornado o dia a dia muito mais complexo e denso.

Não podemos mensurar os efeitos nocivos de tudo isto em nossa sociedade ao longo prazo, mas alguns sinais já são bem claros, intolerância, egoísmo e muito do pior do ser humano já começa a ficar evidente, basta acessar uma rede social que temos a dimensão de quanto está complicado lá fora.

Atendo diariamente líderes, donas de casa, gestores, professores, adolescentes e crianças, todos com nervos a flor da pele, ansiedade a mil e muitas vezes uma sensação de ter se perdido de si, não se reconhecer mais, a procrastinação em alta e as relações muitas vezes em baixa.

De fato senhores(as) parece distante o tempo da normalidade, é como se olhássemos para o horizonte e não aparecesse um solo firme para colocarmos nossos pés, há quem diga até que parece que não vai aguentar até lá!!

Mas em meio a todo este caos, tenho boas notícias, um tempo solo traz recursos que jamais imaginamos, me chamou a atenção o relato de alguns pacientes que passaram pelo difícil momento de estar infectado, isolado, sozinho, segundo todos eles, algo foi além do mal estar, pararam para se olhar, para analisar suas vidas, suas escolhas, para valorizar mais o tempo inclusive.

Houve uma pessoa que me disse, “nossa Mari, eu nunca havia apreciado minha própria companhia, outro disse “não sabia que sou tão forte”, e tão interessante quanto foi o relato de uma pessoa que não foi infectada, mas que está isolada há meses, longe de família, trabalhando home office praticamente sem ver pessoas, “Mari, aprendi a apreciar meu silêncio interno, hoje não preciso gritar dentro de mim para me ouvir, estou mais sensível a tudo que me faz bem ou mal, me conheço mais”.

De fato não é um momento fácil para quem está acostumado a socializar, ir a festas e comemorações, apreciar o tempo em reuniões de família etc, porém, este “novo normal” que eu prefiro chamar de “momentâneo normal” está aí exatamente para nos mostrar que tudo muda, e que temos a habilidade de não somente nos adaptar, como tirar grandes recursos de momentos como este.

Então fica a pergunta, como aproveitar este momento? Como aliviar o stress? O que mais é possível que ainda não vi?

Apreciar a própria companhia, reencontrar com você mesmo(a), é um tarefa daquelas que parecem complicadas no começo mas que trazem muita satisfação no final, uma boa ideia é começar fazendo uma lista de prazeres, e nela coloque tudo que você gostava de fazer e que não faz mais….

Particularmente me lembro de um tempo em que eu amava assistir peças de teatro, e talvez você diga mas Mari, neste momento não podemos ir ao teatro!!! OK mas você já pensou em acessar no youtube ou netflix? Ler um livro que gostou e que faz tempo que leu, ou ainda quantas são as pessoas que não param mais para ouvir uma música preferida ou apenas fazer um desenho.

Sei que a galera do contra e da negatividade a qualquer custo, irá dizer que tudo isso são bobagens, eu também já pensei assim, mas algumas pessoas me perguntam como consigo manter a positividade mesmo em meio a tantos atendimentos pesados, 12 a 14hrs de trabalho diariamente, posso afirmar, minha lista de prazeres me ajuda e muito, tenho tempo de qualidade comigo!

Disse tempo de qualidade, NÃO tempo em quantidade!!!

Abaixo deixo alguns auxiliares para este momento!!!

1 – AROMATERAPIA – O uso de óleos essenciais naturais, auxiliam muito no equilíbrio emocional e transformam seus momentos de maneira especial – Dica: Capim limão, Hortelã, Eucalipto, por exemplo, 1 gta no pulso e inala ou ainda 4 gotas no aromatizador.

2 – CADERNO DE PENSAMENTOS E INSIGHTS – Parece bobo, mas colocar suas ideias no papel, faz com que se olhe mais amplamente, trazendo insights positivos e autoconhecimento -Dica: Escrever pelo menos uma vez ao dia ou determinar alguns dias da semana para isto.

3 – TEMPO DO NADA – Afinal o que é nada para você? Eu amo novela mexicana, e nos momentos do nada quando quero desligar de tudo que é sério ou importante, vou para o sbt rsrs e assisto uma novelinha tipo maria do bairro, só pra rir a toa, mas e para você, o que seria? Aproveite estes momentos, a vida não é para ser levada só a sério.

4 – ORGANIZE SUAS COISAS – Cuide de tudo que diz respeito a você, desde roupas, gavetas e documentos, quem organiza fora ajuda a organizar dentro de si.

Resumindo seja você o pequeno centro do seu mundo as vezes. É saudável.

Grande abraço, Mari Santana

Publicado por Mari Santana Coach & Terapeuta Integrativa

Trainer em Liderança, Psicoterapeuta, Terapeuta Sistêmico, Especialista em Neuroaprendizagem Avançada, Hipnoterapeuta Ericksoniana, Coach Clinical, Life & Bussiness Coach

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: